Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Mato Grosso
Cuiabá
Goiás
GoiâniaAnápolis
Nordeste
Sergipe
Aracajú
Ceará
Fortaleza
João Pessoa
João Pessoa
Alagoas
Maceió
Rio Grande do Norte
Natal
Pernambuco
RecifeGaranhuns
Bahia
SalvadorFeira de SantanaIlhéusItabuna
Maranhão
São Luiz
Piauí
Teresina
Norte
Pará
Belém
Roraima
Boa Vista
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Tocantins
Palmas
Rondônia
Porto Velho
Acre
Rio Branco
Sudeste
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Rio de JaneiroAngra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéVolta Redonda
São Paulo
São PauloAraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaiLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposTaubatéSorocabaVotuporanga
Espírito Santo
Vitória
Sul
Paraná
CuritibaPonta GrossaFoz do IguaçuCascavelLondrinaMaringá
Santa Catarina
FlorianópolisBlumenauCriciúma
Rio Grande do Sul
Porto AlegrePelotasRio GrandeSanta Maria

O fator essencial para ter sucesso nos negócios

Muitas empresas fecham nos cinco primeiros anos de existência e nem sempre é por falta de conhecimento do empreendedor. Descubra as características que fazem a diferença quando o assunto é prosperidade

O fator essencial para ter sucesso nos negócios

Muitas pessoas sonham em ter o próprio negócio e aumentar seus ganhos, mas o fato é que grande parte desses empreendedores não consegue realizar esse desejo. Um levantamento realizado pelo Sebrae apontou que 29% dos microempreendedores individuais (os MEIs) desistem do negócio antes que ele complete cinco anos. Entre as microempresas, a taxa de encerramento ficou em 21,6% e entre os empreendimentos de pequeno porte foi de 17%.

Entre as justificativas, os empreendedores relatam falta de dinheiro em caixa, baixo volume de vendas e escassez de clientes, mas, muitas vezes, por trás dessas situações visíveis, há razões que estão relacionadas mais ao comportamento do empreendedor do que aos resultados apresentados pelo empreendimento. Por exemplo, há quem acredite que, ao abrir o próprio negócio, o lucro será imediato. Outros creem que poderão trabalhar apenas quando desejarem. Com esses pensamentos, que são verdadeiros mitos, o empreendedor pode acumular decepções e ficar desanimado com o próprio sonho.

Rico ou próspero?
Antes de abrir um negócio próprio é preciso entender o que está por trás desse desejo. Claro que um empreendedor bem-sucedido vê o resultado de seu trabalho por meio da geração de patrimônio, mas o dinheiro e as conquistas materiais seriam a solução para todos os problemas ou sinônimo de realização?

Para responder a essa questão, basta olhar para os milionários que desistiram da vida, foram acometidos por uma doença sem cura ou não conseguiram ser felizes na vida amorosa.

Assim, a primeira dica para quem quer realmente alcançar o sucesso é buscar a prosperidade e deixar de correr atrás de dinheiro. “Prosperidade é ser bem-sucedido em todas as áreas da vida, é ter uma vida completa, tendo como base a vida espiritual alicerçada na Palavra de Deus, quando se reconhece que o seu bem mais durável é a sua alma”, explica o Bispo Leandro Zangarini, responsável pelas reuniões de segunda-feira no Templo de Salomão.

Tendo essa consciência, o empreendedor não será enganado por sua ganância nem se sentirá assediado pela corrupção, pelos caminhos errados ou por aqueles investimentos com ganhos rápidos que só trazem prejuízo no futuro. Ao priorizar a vida espiritual, ele entenderá que é necessário plantar de forma correta para colher bons frutos. “Em tudo na vida precisamos agir com equilíbrio. Focar apenas na vida financeira demonstra esta falta de equilíbrio, que, consequentemente, pode gerar diversos problemas. Exemplo disso são pessoas que se dedicam demasiadamente ao trabalho pelo resultado financeiro, mas não têm o mesmo empenho na dedicação à família, como se algo material ou que tenha preço pudesse substituir atitudes da pessoa ali presente. Outro exemplo é em relação à própria saúde, pois com a falta de atenção a essa área podem surgir diversos problemas gerados por esse descuido”, destaca o Bispo Zangarini.

O poder que vem do Alto
Quando se fala em Espírito Santo, trata-se do Espírito do Próprio Deus que é derramado sobre aqueles que creem e que se dispõem a colocar nas mãos dEle toda a sua vida. Essa entrega inclui todos os “achismos” e as vontades próprias, assim como as dúvidas, os medos e as inseguranças. A pessoa precisa fazer uma troca: sua vida sem forma pela Presença de Deus em seu ser.

E quem sabe mais sobre a realização e as necessidades do ser humano que o Próprio Deus? “O Espírito Santo é indispensável e essencial, pois Ele é quem guia, dirige, inspira, orienta e capacita uma pessoa para que ela possa chegar ao seu objetivo e até muito mais do que ela possa imaginar. Sem o Espírito Santo a pessoa se torna limitada, alguém que pauta suas decisões conforme as circunstâncias e não conforme a Palavra de Deus”, diz o Bispo.

No dia a dia de um empreendedor o que não faltam são circunstâncias e situações que tentam tirar sua paz. E nos momentos difíceis é possível diferenciar os que possuem o Espírito da Excelência e os que não O possuem. “A pessoa que tem o Espírito Santo tem a segurança e a certeza que sua vida está no controle de Deus. Situações adversas, problemas, perdas, injustiças e pandemia não tiram essa certeza e essa segurança, pois não há mais nada a temer. A sua conduta de estar com o Espírito Santo em verdade traz esta Paz, que não há nada neste mundo que substitua. Já a pessoa que não tem o Espírito Santo vive com medo, dúvida e receio. Sendo assim, suas atitudes e escolhas são baseadas nesses sentimentos”, explica o Bispo Zangarini.

Em um mundo marcado por incertezas sobre o amanhã, só será verdadeiramente bem-sucedido aquele que tem um Pacto com Deus.

Para aprender mais e saber como alcançar esse Espírito inabalável, participe das palestras que acontecem gratuitamente às segundas-feiras no Templo de Salomão, em São Paulo, e em todas as Universal do Brasil. Consulte os endereços na página 32 ou pelo site universal.org/localizar.

fonte: Universal.org

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.

um × dois =