Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Mato Grosso
Cuiabá
Goiás
GoiâniaAnápolis
Nordeste
Sergipe
Aracajú
Ceará
Fortaleza
João Pessoa
João Pessoa
Alagoas
Maceió
Rio Grande do Norte
Natal
Pernambuco
RecifeGaranhuns
Bahia
SalvadorFeira de SantanaIlhéusItabuna
Maranhão
São Luiz
Piauí
Teresina
Norte
Pará
Belém
Roraima
Boa Vista
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Tocantins
Palmas
Rondônia
Porto Velho
Acre
Rio Branco
Sudeste
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Rio de JaneiroAngra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéVolta Redonda
São Paulo
São PauloAraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaiLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposTaubatéSorocabaVotuporanga
Espírito Santo
Vitória
Sul
Paraná
CuritibaPonta GrossaFoz do IguaçuCascavelLondrinaMaringá
Santa Catarina
FlorianópolisBlumenauCriciúma
Rio Grande do Sul
Porto AlegrePelotasRio GrandeSanta Maria

Câmara dos deputados aprova medida provisória que permite inadimplentes abaterem dívidas com o FIES

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou uma nova versão de uma medida provisória que permite inadimplentes abaterem quase 99% da dívida com o financiamento estudantil, o FIES. A medida vale para estudantes que tenham feito o financiamento até o 2º semestre de 2017 e estão com débitos vencidos pendentes.

O texto-base foi aprovado por 405 votos a 9. A matéria agora segue para análise do senado.O texto diz ainda que o desconto poderá ser de até 77% do valor total a ser renegociado. Porém, se o interessado estiver cadastrado no cadastro único para programas sociais do Governo Federal (cadúnico) ou tiver sido beneficiário do auxílio emergencial 2021, o desconto chega a 99% do valor consolidado da dívida.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.

seis − quatro =