Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Mato Grosso
Cuiabá
Goiás
GoiâniaAnápolis
Nordeste
Sergipe
Aracajú
Ceará
Fortaleza
João Pessoa
João Pessoa
Alagoas
Maceió
Rio Grande do Norte
Natal
Pernambuco
RecifeGaranhuns
Bahia
SalvadorFeira de SantanaIlhéusItabuna
Maranhão
São Luiz
Piauí
Teresina
Norte
Pará
Belém
Roraima
Boa Vista
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Tocantins
Palmas
Rondônia
Porto Velho
Acre
Rio Branco
Sudeste
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Rio de JaneiroAngra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéVolta Redonda
São Paulo
São PauloAraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaiLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposTaubatéSorocabaVotuporanga
Espírito Santo
Vitória
Sul
Paraná
CuritibaPonta GrossaFoz do IguaçuCascavelLondrinaMaringá
Santa Catarina
FlorianópolisBlumenauCriciúma
Rio Grande do Sul
Porto AlegrePelotasRio GrandeSanta Maria

Quem é o seu Deus?

Não seja mais enganado pelos seus sentimentos e saiba como identificar quem está no controle de sua vida

Quem é o seu Deus?

A humanidade nunca foi fiel a Deus. Até mesmo o povo de Israel teve altos e baixos no seu relacionamento com o Criador. Isso sempre aconteceu ao longo dos milênios e acontece até hoje.

A Bíblia, inclusive, possui o registro de um momento em que o Senhor expressou profunda tristeza com respeito ao seu povo. Nessa ocasião, Ele usou o profeta Jeremias para desabafar com relação ao povo (Jeremias 2:11-13).

Por que isso é importante:

  • Durante encontro no Templo de Salomão, o Bispo Renato Cardoso explicou que a definição de Deus é: “aquele a quem você atribui a sua dependência, que tem poder e cuidado sobre você. É aquele a quem você atribui responsabilidade pela sua vida”.
  • O relato do profeta mostra como o ser humano facilmente tira sua dependência do Altíssimo, muitas vezes, sem perceber. Em seu lugar coloca coisas e pessoas: dinheiro, trabalho, marido, filhos, medicina, ciência, religião, ideologias, o seu eu, etc. Coisas que podem errar e falhar.
  • “Talvez, você não ore ou se ajoelhe para uma imagem ou algo físico, mas tem atitudes que mostram que fez daquilo o seu deus”, acrescentou o Bispo.

As consequências dessa atitude:

  • Você é um retrato do deus a quem serve (Salmos 115:8), por isso, a vida de tanta gente está travada, sem felicidade.
  • “A vida se torna a imagem do caos: destruição, morte precoce, doenças, vícios, etc. Colocam no Altar da sua vida alguém que não é deus, se tornam seus prisioneiros, escravos e colhem as consequências”, disse.

O que fazer:

  • O Senhor lhe convida para uma mudança de vida e para ter um relacionamento com fidelidade.
  • “Ele quer ser tratado com lealdade, pois Ele é fiel. E dá tudo o que você precisa e deseja, mais do que qualquer outro deus deste mundo”, afirma o Bispo.

Assista à mensagem completa no vídeo abaixo:

Além disso, aproveite para:

Participar de um encontro neste domingo no Templo de Salomão ou na Universal mais próxima de sua casa. Os horários são 7h, 9h30 e 18h.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.

8 − um =