Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Mato Grosso
Cuiabá
Goiás
GoiâniaAnápolis
Nordeste
Sergipe
Aracajú
Ceará
Fortaleza
João Pessoa
João Pessoa
Alagoas
Maceió
Rio Grande do Norte
Natal
Pernambuco
RecifeGaranhuns
Bahia
SalvadorFeira de SantanaIlhéusItabuna
Maranhão
São Luiz
Piauí
Teresina
Norte
Pará
Belém
Roraima
Boa Vista
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Tocantins
Palmas
Rondônia
Porto Velho
Acre
Rio Branco
Sudeste
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Rio de JaneiroAngra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéVolta Redonda
São Paulo
São PauloAraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaiLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposTaubatéSorocabaVotuporanga
Espírito Santo
Vitória
Sul
Paraná
CuritibaPonta GrossaFoz do IguaçuCascavelLondrinaMaringá
Santa Catarina
FlorianópolisBlumenauCriciúma
Rio Grande do Sul
Porto AlegrePelotasRio GrandeSanta Maria

O Reino dos Céus exige sacrifício

O Reino dos Céus exige sacrifício

Na linguagem bíblica, as dez virgens citadas na parábola do Senhor Jesus correspondem às pessoas supostamente fiéis a Deus, que comungam a mesma fé e estão sempre servindo a Ele. Mas, entre elas, metade era prudente e perseverante e as outras eram loucas, pois, apesar de serem também virgens, fiéis e manterem suas lamparinas acesas, foram desleixadas e relapsas.

O Reino dos Céus é a coisa mais importante, porque nEle consiste a Salvação da nossa alma. Por isso, a nossa prioridade deve ser o Reino dos Céus e seguir o Senhor, passo a passo, evitando os lugares que podem corromper a nossa boa consciência – e as loucas não viviam isso. Elas estavam indo ao encontro do Noivo, mas, ao mesmo tempo, não estavam cuidando do azeite reserva que manteria a chama da lamparina acesa.

Da mesma forma, muitas pessoas estão levando a sua fé, o encontro com o Noivo e a conquista do Reino dos Céus de forma relaxada. Essas pessoas são como as virgens loucas, porque não priorizam e não colocam toda a força na conquista do que é eterno.

Tudo nesse mundo é passageiro, mas a conquista do Reino dos Céus é para toda a eternidade. Sendo assim, quem tem o foco no Reino dos Céus não se dispersa com outra coisa, mas faz como as virgens prudentes que, além de levarem suas lâmpadas acesas, levaram uma quantidade de azeite extra para o caso de o Noivo demorar e terem como suprir essa necessidade. Já as pessoas que são como as virgens loucas perdem a chegada dEle e ficam de fora.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.

dois × 2 =