Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Mato Grosso
Cuiabá
Goiás
GoiâniaAnápolis
Nordeste
Sergipe
Aracajú
Ceará
Fortaleza
João Pessoa
João Pessoa
Alagoas
Maceió
Rio Grande do Norte
Natal
Pernambuco
RecifeGaranhuns
Bahia
SalvadorFeira de SantanaIlhéusItabuna
Maranhão
São Luiz
Piauí
Teresina
Norte
Pará
Belém
Roraima
Boa Vista
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Tocantins
Palmas
Rondônia
Porto Velho
Acre
Rio Branco
Sudeste
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Rio de JaneiroAngra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéVolta Redonda
São Paulo
São PauloAraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaiLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSorocabaVotuporanga
Espírito Santo
Vitória
Sul
Paraná
CuritibaFoz do IguaçuCascavelLondrinaMaringá
Santa Catarina
FlorianópolisBlumenauCriciúma
Rio Grande do Sul
Porto AlegrePelotasRio GrandeSanta Maria

Um segredo sobre o amor que você precisa saber

Se você deixou de amar alguém ou a Deus, medite nesta mensagem

Um segredo sobre o amor que você precisa saber

Um fato que poucas pessoas percebem é que amor e ódio podem ser apreendidos. Você não nasce amando, nem odiando. A qualidade da sua relação com algo ou alguém vem por meio da experiência de ter que lidar com aquilo.

Por exemplo, quando uma pessoa se interessa por uma atividade, ela começa a buscar informações sobre aquilo. Ela vai aprendendo, colocando em prática e quando menos espera se torna habilidosa. Então, o amor da pessoa por aquele tema só cresce com o passar do tempo.

Sobre esse assunto, durante a programação “Inteligência e fé“, do dia 15 de abril, Bispo Renato Cardoso apontou que o amor e o ódio são escolhas. A pessoa que ama escolhe olhar para aquilo com bondade, ela procura mais informações positivas, deseja estar mais próxima daquilo, passa por boas experiências com aquilo e se satisfaz naquilo.

Isso serve para todas as áreas

O mesmo acontece com a pessoa que não tem mais amor pelo cônjuge, ou que não consegue amar a Deus, ou que possui ranço de alguém. Essa pessoa só focaliza as informações ruins a respeito daquilo. Ela escolhe enxergar sempre com maus olhos. Depois de fazer isso por tanto tempo, surge a aversão.

“Se aquilo for resolvido, o amor volta a acontecer no relacionamento. Então, dificilmente o amor acabou, o que deve ter acabado foi o respeito, os bons olhos. Por isso, você deve parar de olhar o lado negativo e começar a olhar as virtudes, as qualidades, as boas memórias”, orientou.

O amor a Deus funciona da mesma maneira. Para a pessoa amá-Lo, ela precisa trazer para a mente as qualidades do Altíssimo, as informações a respeito dEle. A pessoa precisa buscá-Lo, precisa pensar nEle o tempo todo.

Portanto, faça o teste. Passe a olhar o lado bom e se alimente com informações positivas sobre Deus e sobre as pessoas que estão ao seu redor. Deixe de lado o ódio, a mágoa, os preconceitos, o ranço ou qualquer outro pensamento e sentimento ruim.

Para conferir esta e outras mensagens do Bispo Renato Cardoso, acompanhe as atualizações na página oficial do Youtube.

Fonte: Universal.org

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.

3 × 5 =