Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Mato Grosso
Cuiabá
Goiás
GoiâniaAnápolis
Nordeste
Sergipe
Aracajú
Ceará
Fortaleza
João Pessoa
João Pessoa
Alagoas
Maceió
Rio Grande do Norte
Natal
Pernambuco
RecifeGaranhuns
Bahia
SalvadorFeira de SantanaIlhéusItabuna
Maranhão
São Luiz
Piauí
Teresina
Norte
Pará
Belém
Roraima
Boa Vista
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Tocantins
Palmas
Rondônia
Porto Velho
Acre
Rio Branco
Sudeste
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Rio de JaneiroAngra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéVolta Redonda
São Paulo
São PauloAraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaiLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposTaubatéSorocabaVotuporanga
Espírito Santo
Vitória
Sul
Paraná
CuritibaFoz do IguaçuCascavelLondrinaMaringá
Santa Catarina
FlorianópolisBlumenauCriciúma
Rio Grande do Sul
Porto AlegrePelotasRio GrandeSanta Maria

Mente vs coração: uma guerra constante

Bispo Júlio Freitas explica o que fazer para não se deixar influenciar pelas emoções. Acompanhe:

Mente vs coração: uma guerra constante

Bispo Júlio Freitas, em recente mensagem, destacou que Deus colocou a cabeça acima do coração por uma razão óbvia. Para que sejamos guiados por ela e não pelo coração, que é desesperadamente corrupto e enganador.

Contudo, ele disse que, infelizmente, para muitas pessoas parece que o coração está acima da cabeça, pois se deixam levar facilmente por ele.

Mas, quando a pessoa mantém seus  pensamentos firmados em Deus, ela tem paz. Conforme está escrito em Isaías 26:3:

“Tu conservarás em paz aquele cuja mente está firme em Ti; porque ele confia em Ti.”

Vença essa guerra

O Bispo Júlio destacou ainda que, quando a pessoa confia em Deus, quando a mente dela está focada em Deus, ela se torna forte, autoconfiante, definida e firme na sua fé. E, consequentemente, ela tem paz. Mas, a pessoa que se deixa influenciar pelo coração acaba se corrompendo.

“Veja, que para nós conservarmos a nossa salvação, a nossa fé, nós temos que guardar o nosso coração mantendo a nossa mente firme em Deus, pensando nas coisas lá do Alto. Algo permanece em bom estado, ou se torna duradouro, é porque foi conservado. Se você quer conservar a paz, a saúde, a sua salvação, o seu casamento, o seu serviço a Deus, então tem que firmar a sua confiança em Deus. A mente firme são os pensamentos firmados em Deus”, esclareceu.

Busque a mente de Cristo

Ele ressaltou que esse era o segredo dos heróis da fé. Eles firmavam seus pensamentos em Deus. Eles também sentiam tristezas, eram decepcionados, perseguidos, injustiçados e humilhados. Mas eles não permitiram que nada disso alcançasse o coração deles.

“O coração humano é fraco e se corrompe facilmente pelas emoções, fantasias e ilusões. Conclusão: a mente de Deus nos conserva justos e salvos, já o coração nos corrompe e nos apodrece vivos. Por isso, eu digo: submeta sua mente a Cristo, submeta seus pensamentos a Ele e, assim, estará seguro e salvo. Use a sua fé inteligente, escolha buscar e receber a mente de Cristo hoje”, finalizou.

fonte: Universal.org

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.

13 + 6 =